Master IO-Link e hubs: o sistema MD7

Módulos I/O com interface IO-Link para diversas tarefas de automação

O sistema MD7 da Leuze representa o núcleo de uma automação com capacidade de conversão, transparência e alto desempenho. Além de dados de processo, os sensores IO-Link também transmitem informações do dispositivo, dados de diagnóstico, assim como mensagens de evento. Os módulos I/O baseados em Ethernet com tecnologia IO-Link da Leuze combinam os dados e interligam módulos individuais da máquina com o controle, assim como com sistemas superiores. Isso permite uma estrutura modular da máquina. 
Através do Master IO-Link com capacidade de multiprotocolo, sensores e atuadores podem ser integrados de maneira flexível em infraestruturas existentes com diferentes sistemas fieldbus e sistemas de comando. Informações de processo e do dispositivo são transmitidas de maneira fiável do dispositivo IO-Link individual até sistemas de gerenciamento superiores ou aplicações baseadas em nuvem. O comissionamento, a parametrização e o diagnóstico dos módulos IO-Link da Leuze, bem como dos sensores e atuadores conectados, ocorrem de maneira centralizada através de um navegador de web. Com os hubs IO-Link é possível expandir o sistema de acordo com as necessidades e de maneira econômica. 

Suas vantagens

  • Possibilidade de integração flexível no comando e na nuvem
    Planejamento flexível e custos de armazenamento reduzidos: os Masters IO-Link da Leuze oferecem suporte para multiprotocolo com PROFINET, Ethernet/IP* e Modbus TCP em um único dispositivo. Além disso, estão disponíveis variantes com OPC UA.
     
  • Maior simplicidade de instalação
    Trabalho de fiação reduzido e tempos mais curtos de instalação: o conector M12 Power L garante uma transmissão maior de potência através de um cabo. Dessa maneira, é possível realizar cadeias de módulos mais longas, reduzindo os cabos e fontes de alimentação necessários dentro da máquina.
     
  • Alta transparência
    Acesso fácil ao diagnóstico e configuração: os Masters IO-Link do sistema MD7 dispõem de um servidor web integrado, que permite a parametrização remota e o monitoramento central dos sensores e atuadores conectados. 
     
  • Sistema contínuo
    Economia de custos através de manutenção preditiva e retroequipagem simples: através de IO-Link são transmitidos os dados de diagnóstico que permitem o planejamento de atividades de manutenção. Em caso de necessidade de substituição de um sensor, o Master transmite a parametrização automaticamente para o novo dispositivo.

Descubra mais sobre IO-Link 

Destaques

Multiprotocolo para um design padronizado da instalação

Os Masters IO-Link da Leuze são equipados com multiprotocolo. Eles suportam os protocolos fieldbus PROFINET e Ethernet/IP* baseados em Ethernet para a comunicação industrial exigente em tempo real, assim como Modbus TCP para a conexão com controladores lógicos programáveis mais simples, terminais de comando ou sistemas SCADA. Assim, os módulos podem ser utilizados com a maioria dos controladores comuns. Isso aumenta o grau de padronização da máquina e a complexidade reduzida contribui para custos reduzidos de armazenamento, além de uma manutenção mais simples.
Além disso, a Leuze disponibiliza um modelo de dispositivo em conformidade com o padrão OPC UA, que pode ser integrado diretamente em sistemas baseados em nuvem. Graças à configuração baseada em web, o modelo também pode ser operado como solução independente.

Fiação simples graças aos conectores M12 Power padrão

A alimentação de tensão dos módulos IO-Link da Leuze é realizada através de conectores M12 Power padrão. Graças ao multiprotocolo, isso permite utilizar um tipo de dispositivo para a integração em Ethernet e PROFINET. Isso reduz a diversidade de variantes, facilitando o armazenamento. 
Com uma capacidade de carga até 16 A, os conectores M12 com codificação L oferecem ainda cerca de 80% mais potência do que os conectores 7/8". Dessa maneira é possível concatenar significativamente mais módulos em aplicações do tipo Daisy Chain (conexão em série), sem a necessidade de realimentação de energia. Menos fontes de alimentação são necessárias e a fiação paralela é reduzida, permitindo que espaços confinados também sejam melhor aproveitados.

Configuração confortável e possibilidades de diagnóstico

O sistema MD7 permite uma transparência muito elevada de dados e processo. Os Masters oferecem diversas possibilidades de acessar dados de diagnóstico e informações de status – diretamente no dispositivo ou através de servidor web. Além disso, os dispositivos IO-Link conectados podem ser completamente configurados através do servidor web integrado com IODD Interpreter. 
Com a ferramenta Leuze Service Tool (disponível em breve), oferecemos adicionalmente um software de alto desempenho que oferece, entre outras coisas, as seguintes funções:

  • Gerenciamento de dispositivos: localização automática de dispositivos Leuze na rede, exibição do tipo de dispositivo e versão de firmware
  • Configuração de rede eficiente, por ex., alocação de endereço IP
  • Identificação rápida de dispositivos individuais na rede através da função de sinal (indicador LED piscando)
  • Salvaguarda dos ajustes do dispositivo

Competência em sistemas dos especialistas em IO-Link

O sistema harmonizado de Masters IO-Link e sensores da Leuze aumenta o grau de padronização da sua máquina. Através de hubs IO-Link, você pode integrar uma variedade de sensores digitais na sua instalação de maneira rentável. Como um dos membros fundadores do consórcio IO-Link, desde 2002 a Leuze participa ativamente no aperfeiçoamento do padrão de interface aberto. Isso garante que os módulos I/O com tecnologia IO-Link da Leuze também comunicam perfeitamente com componentes de outros fabricantes e representam um investimento seguro para o futuro. 

Dados técnicos

MD 798i

Interfaces: multiprotocolo: Ethernet IP*/PROFINET, Modbus
Características: 16 entradas PNP digitais
 
Dimensões: 60,4 x 230,4 x 39 mm
Faixa de temperatura: -40 … 70° C
Graus de proteção: IP 65 / 67 / 69K

MD 748i

Interfaces: Ethernet IP*/PROFINET, Modbus, OPC UA 
 
Características: 8x IO-Link Pino 4 no modo IOL, 4x DIO + 8 Modo SIO, 4x DO
Dimensões: 65 x 210,4 x 30 mm
Faixa de temperatura: -25 … 60° C
Graus de proteção: IP 65 /67

MD 798i IO-Link

Interfaces: multiprotocolo: Ethernet IP*/PROFINET, Modbus, IO-Link 1.1
Características: 8x IO-Link Pino 4 no modo IOL, 4x DIO + 8 Modo SIO, 4x DO
Dimensões: 60,4 x 230,4 x 39 mm
Faixa de temperatura: -40 … 70° C
Graus de proteção: IP 65 / 67 / 69K

MD 742 IO-Hub M12

Interface: IO-Link 1.1
Características: 16 entradas PNP digitais COM 2 / 38,4 kBit/s
Dimensões: 54 x 150 x 27,4 mm
Faixa de temperatura: -40 … 70° C
Graus de proteção: IP 65 / 67 / 69K

MD 742 IO-Hub M8

Interface: IO-Link 1.1
Características: 8 entradas PNP digitais COM 2 / 38,4 kBit/s
 
Dimensões: 32 x 144,3 x 32 mm
Faixa de temperatura: -40 … 70° C
Graus de proteção: IP 65 / 67 / 69K

Perguntas frequentes sobre os módulos I/O com interface IO-Link

Conceitos básicos da tecnologia IO-Link

O que é IO-Link?

IO-Link é uma tecnologia IO padronizada (IEC 61131-9) para estabelecer uma comunicação ponto a ponto de alto desempenho com sensores e atuadores, sem esforços de endereçamento. Os componentes IO-Link de todas as empresas que se juntaram no consórcio IO-Link são compatíveis entre si. 

Qual é a função de um Master IO-Link?

Com os Masters IO-Link da Leuze, sensores e atuadores digitais podem ser simplesmente integrados de maneira descentralizada no controle. O módulo I/O da Leuze oferece conexões de uso multifuncional. Assim, uma conexão (porta) pode ser definida, por exemplo, como entrada digital, saída digital ou porta IO-Link.

Qual é a diferença entre as versões V1.0 e V1.1 do IO-Link?

As principais expansões da versão 1.1 são:

  • Salvaguarda de dados dos parâmetros do dispositivo
  • A taxa de transmissão de dados de 230,4 kBaud é obrigatória para o Master IO-Link
  • Largura de dados de processo ampliada até 32 bytes por porta
     

Os Masters IO-Link da Leuze também são compatíveis com dispositivos IO-Link após a versão 1.0?

Os Masters IO-Link da Leuze atendem ao padrão IO-Link de acordo com a versão V1.1. Você pode operar dispositivos IO-Link conforme V1.0 e V1.1 no IO-Link master conforme V1.1. No entanto, as funções complementadas na V1.1 (função de salvaguarda de dados e taxa de transmissão de dados de 230,4 kBaud) só podem ser utilizadas se também forem suportadas pelo dispositivo IO-Link usado.  

Arquivo de descrição de dispositivos, macros EPLAN e certificações

Existem arquivos especiais de descrição de dispositivos para dispositivos multiprotocolo?

Não, não existem arquivos especiais de descrição de dispositivos para dispositivos multiprotocolo. O módulo detecta automaticamente o controlador usado e se adapta ao protocolo usado. Então, assim como no caso de dispositivos sem compatibilidade multiprotocolo, o Master requer o arquivo GSDML para PROFINET ou o arquivo EDS para Ethernet/IP.

Existem macros EPLAN disponíveis para os dispositivos IO-Link da Leuze?

Sim, macros EPLAN estão disponíveis no Portal EPLAN. Você também pode baixá-los no website da Leuze, no respectivo produto, na guia "Downloads". 

Quais são as certificações dos módulos I/O do sistema MD7?

Os Masters IO-Link e os hubs IO-Link do sistema MD7 estão em conformidade com a CE e possuem certificação UL. 

Tecnologia de conexão

Os Masters IO-Link da Leuze dispõem de portas A e portas B?

Sim, até 4 portas A e 4 portas B com até 2 A são suportadas.

Quais graus de proteção são atingidos com os conectores M12 Power com codificação L usados?

Com as variantes moldadas são atingidos os graus de proteção IP65, IP67 e IP69K. Os conectores configuráveis atingem o grau de proteção IP67.

Para a alimentação de tensão com conectores M12 Power com codificação L, são necessários cabos blindados?

Não, o M12 com codificação L é utilizado sem blindagem. Podem ser utilizados cabos padrão.

Existem adaptadores para ligar dispositivos com conexões antigas de 7/8" ao M12 Power?

Sim, existem cabos de ligação curtos.

Protocolos de comunicação

Quais protocolos Ethernet são suportados pelo Master IO-Link da Leuze e como posso ajustar o protocolo necessário?

Os dispositivos podem ser utilizados nos três protocolos Ethernet a seguir: Modbus TCP, Ethernet/IP* e PROFINET. Através da detecção automática de protocolo, o dispositivo multiprotocolo pode ser operado em todos os três sistemas Ethernet mencionados sem a intervenção do usuário (ou seja, sem reprogramação). Se necessário, o usuário também pode selecionar o protocolo manualmente.

Qual versão de PROFINET é suportada?

Os dispositivos suportam a especificação PROFINET V 2.35. A classe de conformidade é B (RT, Real Time (tempo real)).  IRT (Isochronous-Real-Time (tempo real isócrono)) não é suportado atualmente.

Estão planejados outros protocolos, como Powerlink ou Sercos, para o sistema MD7?

Nosso especialista em IO-Link, Felix Düllo, terá todo o gosto em responder suas perguntas sobre o roadmap de produtos da Leuze e ouvir suas sugestões. Entre em contato agora 

Processamento de sinais analógicos

Temos sinais analógicos, eles podem ser detectados com módulos I/O digitais?

Atualmente, o Master IO-Link da Leuze não suporta sinais analógicos. No entanto, existem conversores IO-Link, com os quais é possível conectar sensores analógicos ao Master IO-Link. Se, além disso, os sensores analógicos forem substituídos por sensores IO-Link, a conversão analógico-digital é excluída e a precisão aumenta. 

Haverá módulos I/O analógicos sem a tecnologia IO-Link da Leuze no futuro?

Atualmente, módulos analógicos independentes não estão planejados para o nosso portfólio. Os Masters IO-Link oferecem uma multifuncionalidade muito maior. Em combinação com conversores analógicos, sinais analógicos como tensão, corrente ou temperatura também podem ser detectados com apenas um Master. 

*Certificado em preparação