Aplicações Safety

Proteção de pontos de perigo

Proteção de pontos de perigo

Exigência:

O ponto de perigo em uma máquina ou instalação deve ser protegido por um dispositivo de proteção sem contato. Ao mesmo tempo, a distância necessária entre o dispositivo de proteção e o ponto de perigo deve ser a menor possível.

 

Solução:

Com diferentes resoluções de 14 até 40 mm, as cortinas de luz de segurança da série MLC oferecem uma detecção segura dos dedos e da mão. Dessa maneira, é possível realizar distâncias de segurança pequenas entre o sensor de segurança e o ponto de perigo.

Proteção de pontos de perigo, com proteção de acesso por baixo ou por trás

Exigência:

O acesso ao ponto de perigo deve ser protegido por uma cortina de luz de segurança. Se um acesso por baixo ou por trás deste sensor for possível, é necessária uma cortina de luz de segurança adicional para detectar tais situações.

 

Solução:

As cortinas de luz de segurança com ligação em cascata MLC 520 e MLC 520-S permitem a concatenação de até 3 segmentos. Estes são integrados no controle através de uma conexão em comum. Dessa maneira, a instalação é fácil e econômica.

Proteção de pontos de perigo, com objetos permitidos na área de proteção

Exigência:

Uma intervenção na área de proteção deve ser detectada na proteção do ponto de perigo. No entanto, peças da máquina ou peças de trabalho fixas ou móveis devem ser permitidas na área de proteção e não devem causar um desligamento.

 

Solução:

As cortinas de luz de segurança MLC 530 dispõem das funções de blanking fixo, blanking flutuante, bem como resolução reduzida. Através da configuração dessas funções, objetos específicos são permitidos na área de proteção.

Proteção da zona dos pés em estantes rolantes

Exigência:

Durante o movimento da estante rolante, a zona dos pés deve ser monitorada quando à presença de pessoas. Caso várias estantes estejam instaladas em fileira, não deve ocorrer nenhuma interferência mútua entre os sinais de sensor das fileiras.

 

Solução:

As barreiras de luz de segurança de feixe único SLS 46C monitoram a zona dos pés em um comprimento de até 70 m. Elas estão disponíveis na variante tipo 4 e na variante tipo 2, que é extremamente simples de alinhar. A utilização de modelos com luz vermelha e luz infravermelha impede que ocorra uma interferência mútua entre as fileiras de estantes.

Proteção de aberturas estreitas

Exigência:

Caso um movimento perigoso possa ser acessado através de uma abertura estreita, ela deve ser protegida contra o acesso.

 

Solução:

Em aberturas estreitas são utilizadas as barreiras de luz de segurança de feixe único SLS 46C. Elas estão disponíveis nas variantes tipo 2 e tipo 4 e podem ser integradas facilmente através de conector ou cabo.

Proteção de acesso

Proteção de acesso

Exigência:

Proteção do acesso a uma área perigosa de uma máquina ou instalação. Sensores de segurança optoeletrônicos devem ser utilizados para permitir uma alimentação e saída simples de material.

 

Solução:

As barreiras de luz de segurança de múltiplos feixes MLD 300/500 oferecem soluções econômicas para a proteção de acesso. A instalação das variantes de transceiver com alcance de até 8 m é especialmente fácil. Para proteções mais amplas estão disponíveis variantes de transmissor-receptor com até 70 m de alcance.

Proteção de acesso multilateral

Exigência:

Durante a operação da máquina, o acesso ao campo de trabalho deve estar protegido. Para a alimentação e a saída de material, o acesso à máquina deve ser possível a partir de vários lados.

 

Solução:

As barreiras de luz de segurança de múltiplos feixes MLD 300/500 protegem, juntamente com as colunas de espelhos UMC, o acesso à máquina a partir de vários lados e em trechos de até 70 m. A instalação é realizada de maneira simples e rápida com o laser de alinhamento integrado.

Proteção de acesso através de sensores fora do campo de trabalho

Exigência:

O acesso de pessoas e veículos a áreas perigosas deve ser monitorado por sensores de segurança. Ao mesmo tempo, os sensores não devem interferir nas possibilidades de movimento no campo de trabalho.

 

Solução:

O scanner laser de segurança RSL 400 é instalado acima da área de acesso e a área de proteção é orientada na vertical. Assim, o campo de trabalho não é limitado. Através de duas funções de segurança de funcionamento paralelo, um RSL 400 também pode monitorar duas estações simultaneamente e independentemente uma da outra.

Proteção de acesso em esteiras de transporte, com função de muting

Exigência:

A proteção de acesso em esteiras de transporte deve impedir a entrada de pessoas na zona de perigo e, ao mesmo tempo, permitir a passagem do bem transportado.

 

Solução:

A função de muting realiza o bypass do sensor de segurança de maneira controlada para a passagem do bem transportado. Esta função já está integrada nas barreiras de luz de segurança de múltiplos feixes MLD 300/500 e nas cortinas de luz de segurança MLC 500. A interface de muting MSI-MD-FB e o controlador de segurança MSI 400 oferecem um controle de muting externo.

Proteção de acesso em esteiras de transporte, com Smart Process Gating

Exigência:

A proteção de acesso em esteiras de transporte deve impedir a entrada de pessoas na zona de perigo e, ao mesmo tempo, permitir a passagem do bem transportado.

 

Solução:

No Smart Process Gating, o bypass do sensor de segurança é realizado em combinação com um sinal de controle do CLP. A função está incluída na cortina de luz de segurança MLC 530 SPG. Sensores de muting adicionais são excluídos e as instalações podem ser planejadas ocupando muito pouco espaço graças à SPG.

Proteção de área

Proteção de zonas de perigo

Exigência:

O campo de trabalho perigoso da máquina deve ser protegido contra acesso e contra a presença de pessoas. Ao mesmo tempo, o contorno da área de monitoramento deve ser adaptado ao contorno da máquina.

 

Solução:

Os scanners laser de segurança RSL 400 utilizam áreas de proteção configuráveis para o monitoramento de áreas. Graças ao alcance de 8,25 m e à faixa de varredura de 270°, também é possível proteger grandes superfícies com apenas um dispositivo.

Proteção contra rearme e monitoramento de áreas não visíveis

Exigência:

Para evitar riscos, o rearme do processo só pode acontecer quando ficar garantido que nenhuma pessoa se encontra no campo de trabalho ou na área não visível.

 

Solução:

O scanner laser de segurança RSL 400 monitora a presença de pessoas com sua área de proteção configurável. O sistema de radar de segurança em 3D LBK é usado em condições ambientais difíceis e permite também a presença de objetos estáticos na área de monitoramento.

Proteção de zonas de perigo sob condições difíceis

Exigência:

O campo de trabalho perigoso da máquina deve ser protegido contra acesso e contra a presença de pessoas. Mesmo sob condições ambientais difíceis – como no caso de sujeira, chispas de solda, aparas de serragem ou umidade – é necessário garantir uma operação segura e uma alta disponibilidade.

 

Solução:

O sistema de radar de segurança em 3D LBK detecta movimentos na área de monitoramento e também funciona de maneira confiável sob condições ambientais difíceis. Além disso, a tecnologia de radar permite a presença de objetos estáticos na área monitorada.

Proteção e navegação de sistemas de transporte não tripulados (AGV)

Exigência:

Proteção do trajeto do AGV com sensores de segurança. Ao mesmo tempo, as áreas de proteção devem ser adaptadas de maneira flexível à situação de movimento e carga. Se for utilizado o princípio da Natural Navigation, o dispositivo deve disponibilizar simultaneamente os dados de medição para o software de navegação.

 

Solução:

O scanner laser de segurança RSL 400 combina em um dispositivo a tecnologia de segurança e uma emissão de alta qualidade do valor medido. Ele dispõe de uma faixa de varredura de 270° e 100 pares de áreas comutáveis. Assim, o AGV é protegido da maneira ideal com 2 scanners. Os dados de medição possuem uma alta resolução angular de 0,1° e uma divergência de medição pequena.

Proteção de proteções mecânicas

Monitoramento de portas e tampas

Exigência:

Proteções móveis, como portas e tampas, servem para proteger o operador contra perigos. O estado fechado dos dispositivos de proteção deve ser monitorado.

 

Solução:

As chaves de segurança da série S20/200 oferecem uso universal, graças às carcaças robustas e às diversas possibilidades de montagem. As chaves sem contato, codificadas magneticamente, da série MC, são utilizadas especialmente em ambientes de condições difíceis, sujos ou úmidos.

Monitoramento de portas e tampas, com alta proteção contra manipulações

Exigência:

Deve ser monitorado o estado de fechamento de proteções mecânicas, como portas ou tampas. Além disso, medidas para a proteção contra manipulação também devem ser tomadas em conformidade com a norma EN ISO 14119. Caso isto não seja possível devido à construção, o sensor deve dispor de uma alta proteção contra manipulações.

 

Solução:

Os transponders de segurança sem contato RD 800 oferecem a mais elevada proteção contra manipulações, graças à codificação RFID. Além disso, com as saídas OSSD, eles podem ser facilmente integrados no circuito de segurança.

Monitoramento de portas e tampas, com trava para tempos de parada longos

Exigência:

Áreas com movimentos perigosos podem ser acessadas através de portas de segurança para fins de manutenção. Caso estes movimentos perigosos não parem imediatamente após abrir a porta, a porta deve ser protegida através de uma chave de segurança com trava.

 

Solução:

As chaves de segurança robustas com trava da série L mantêm as portas de segurança trancadas, até que o acesso seja liberado através de um sinal elétrico. A série abrange modelos padrão, dispositivos com elementos de comando integrados, assim como dispositivos com atuador com codificação RFID.

Monitoramento de portas e tampas, com trava para a segurança do processo

Exigência:

Ao abrir portas ou tampas, o processo só deve sofrer uma parada em pontos definidos, a fim de evitar desperdícios ou trabalhos de manutenção no rearme. As portas ou tampas só devem ser liberadas quando esses pontos forem atingidos.

 

Solução:

As chaves de segurança com trava da série L mantêm portas de segurança trancadas até que ocorra a liberação através de um sinal elétrico do comando de processamento.

Monitoramento seguro de posições finais

Exigência:

Deve ser monitorado o momento em que a posição final da lâmina é atingida, para o desligamento ao final do processo de serramento ou para trabalhos de manutenção.

 

Solução:

O interruptor de posição S300 monitora o atingimento da posição final. Graças às variantes com êmbolo e diferentes atuadores, o dispositivo oferece utilização universal. Com seus contatos NF de guiamento forçado, o S300 também pode ser diretamente integrado no circuito de segurança.

Acionamento de uma parada de emergência

Exigência:

Máquinas e instalações com movimentos perigosos devem estar equipadas com um dispositivo de parada de emergência. Este dispositivo pode ser acionado manualmente em caso de perigo.

 

Solução:

O botão de parada de emergência ESB 200 é utilizado onde faz sentido uma entrada de comando de parada local. O interruptor de parada de emergência acionado por tração de cabo ERS 200 é utilizado em zonas de perigo extensas.

Avaliação de sensores de segurança através de componentes de controle seguros

Avaliação de sensores de segurança individuais

Exigência:

Para a execução correta da função de segurança, os sensores de segurança devem ser integrados no circuito da máquina através de componentes de controle seguros, em conformidade com a norma EN ISO 13849-1.

 

Solução:

Com os confiáveis relés de segurança MSI é possível integrar sensores de segurança individuais de maneira rápida e simples no circuito de segurança de máquinas e instalações. Dependendo do modelo, os relés são personalizados para aplicações específicas ou oferecem utilização universal.

Avaliação de vários sensores de segurança com funções de segurança configuráveis

Exigência:

Vários sensores de segurança devem ser integrados no comando da máquina ou instalação. Também devem ser configuradas funções como um retardamento de tempo para a liberação de uma trava ou conexões de sinais.

 

Solução:

O controlador de segurança expansível MSI 400 oferece, já no módulo básico, 24 entradas/saídas seguras, assim como uma interface Ethernet com protocolos Ethernet industriais. O planejamento é feito de maneira rápida e eficiente com o software de configuração MSI.designer isento de licença.

Monitoramento de movimento seguro (Safe Motion)

Exigência:

Para proteger os trabalhadores nas operações de manutenção e configuração, os movimentos perigosos da máquina devem ser monitorados com segurança. Para proteger máquinas e processos, os valores limite superior e inferior – por exemplo, para velocidades – não devem ser ultrapassados durante a operação.

 

Solução:

No controlador de segurança MSI 400, as entradas para o monitoramento seguro de movimento já estão integradas no módulo básico. Ele monitora os impulsos de sensores quanto aos limites necessários seguros para a operação, por exemplo, para informações de velocidade, ângulo, posição e sentido.